Sete formas de economizar luz

Além de fazer bem ao seu bolso, o consumo consciente de energia fortalece a sustentabilidade no Brasil

16 de julho de 2020|

Aumentos na conta de luz são notícias que, infelizmente, se reptem com frequência. Por outro lado, atitudes simples podem nos ajudar a reduzir os gastos com eletricidade. Neste post vamos destacar alguns itens de casa que merecem atenção e alternativas para economizar.

São medidas que vão desde a decoração do ambiente até a mudança de pequenos hábitos e que podem diminuir a fatura a ser paga. Além de sentir o efeito no bolso, o consumidor evolui para um comportamento de consumo cada vez mais consciente. Afinal, evitar o desperdício de energia e de outros recursos é dever de cada um de nós.

De olho no grande vilão

O ar condicionado e o chuveiro elétrico são os aparelhos que mais consomem energia dentro de casa. Como tende a ficar ligado por mais tempo, o ar condicionado é o que puxa mais eletricidade. Grande vilão do consumo, ele pode aumentar a conta de luz em até 50%. Para reduzir gastos devemos:

  • Manter fechadas as portas e janelas dos espaços climatizados para evitar a troca de calor com o ambiente externo.
  • Deixar os filtros sempre limpos, seguindo recomendação do fabricante.
  • Programar a temperatura ideal, pois as muito baixas gastam mais. Em ambientes fechados o ideal é entre 23°C e 26°C, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Chuveiro: novos hábitos podem ajudar

O chuveiro elétrico está presente em mais de 70% das casas no Brasil e representa quase 25% do consumo mensal de uma família com quatro pessoas. Como economizar?

  • Optar por banhos mais curtos e ligar o chuveiro apenas para enxaguar.
  • Evitar os horários de pico: das 18h às 21h o chuveiro elétrico gasta mais.
  • Em dias quentes, por que não optar por banhos mais frescos ou frios?

Aposte numa decoração econômica

  • Ambientes mais claros ajudam a reduzir o consumo de energia. Prefira paredes e teto brancos ou em tons claros, pois essas cores ajudam a refletir a luz natural que entra em casa.
  • Se o dia estiver claro, aproveite ao máximo a luz natural. Quanto mais janelas e cortinas abertas, melhor.

Fonte de energia limpa e mais econômica   

Por falar em luz natural, já pensou em economizar optando pela eletricidade gerada pelo sol? A energia solar fotovoltaica é uma fonte renovável e não poluente e que vem crescendo no Brasil, tanto em empresas como em residências.

Quem opta por essa fonte de eletricidade pode economizar até 80% na conta de luz. O consumidor gasta menos e o Brasil avança na direção da sustentabilidade.

Otimize o uso da máquina de lavar e do ferro

  • Concentre o máximo de roupas para lavar de uma só vez, respeitando o limite do equipamento. Isso vale também para o ferro: acumule as roupas para passar de uma vez, pois o maior consumo é na fase do aquecimento inicial.
  • Evite lavar e passar roupa nos horários de pico, das 18h às 21h, pois as tarifas ficam mais caras.

Atenção ao consumo silencioso  

Aparelhos de TV, micro-ondas e cafeteiras elétricas consomem energia mesmo em modo de espera (stand-by). Esse consumo pode representar mais de 10% da conta de luz, dependendo da quantidade de aparelhos da casa.

Para economizar, basta tirá-los da tomada quando não estiverem sendo usados. O mesmo princípio vale para carregadores de celular, notebook e outros eletrônicos.

Prefira as lâmpadas econômicas 

A lâmpada fluorescente compacta consome 80% menos energia do que a incandescente, permitindo a redução no valor da sua conta de luz. A lâmpada de LED consome ainda menos energia. Porém, ela é mais cara. Conclusão: na relação custo-benefício, prefira a fluorescente compacta.

Gostou? Compartilhe:

Confira também nossas vantagens exclusivas: