Como economizar luz com energia solar?

Cada telhado brasileiro pode ser uma fonte geradora de energia limpa

16 de julho de 2020|

O horizonte é ensolarado. Dentro das casas, lâmpadas e equipamentos funcionam movidos pela luz do sol. Milhares de famílias e empresas no Brasil já aderiram ao modelo de energia solar fotovoltaica: uma tecnologia que converte a luz do sol em eletricidade. Além dos benefícios econômicos, a energia solar é uma fonte de eletricidade infinita e totalmente livre de poluição.

Conta de luz pode cair até 95%

Usando o sistema de energia solar uma residência pode produzir até 95% da eletricidade que consome. Uma economia de quase 100% na conta de luz! Já para as indústrias, a economia pode chegar a 80%. Daqui a pouco vamos explicar como isso funciona.

Se você mora em apartamento ou imóvel alugado também pode aderir à energia solar através do modelo de geração compartilhada. Saiba tudo sobre isso, clicando aqui.

Como a energia solar funciona

A energia é captada por um painel solar colocado no telhado do imóvel. O painel é conectado a um equipamento chamado inversor solar que transforma a luz do sol na eletricidade que usamos em casa. Vale ressaltar que o sistema de energia solar da sua casa deve estar conectado à rede elétrica da concessionária que opera na sua região.

Emprestando e puxando energia da rua

Se num determinado mês a casa produz mais eletricidade do que consome, a energia sobressalente é lançada na rede elétrica da concessionária. Um relógio bidirecional contabiliza o que sai.

Quando não há sol, o fluxo é invertido e a casa puxa eletricidade da rua. A conta de luz registra o resultado. Se a casa gerou mais energia do que consumiu, receberá o valor excedente na forma de créditos em Real. Seus créditos poderão ser compensados nas próximas contas de luz.

Crescimento à vista

O Brasil está entre os 30 países do mundo com maior capacidade para gerar energia solar. Apesar do grande potencial, a energia solar representa hoje menos de 1,5% da matriz elétrica brasileira. Temos muito a crescer. Até 2030 esse percentual deve atingir 10%. As perspectivas do setor são confirmadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e por agências internacionais voltadas para o mercado de energia.

Gostou? Compartilhe:

Confira também nossas vantagens exclusivas: